ANA JEZEBEL

QUOTIDIANO Amuse toi
4 Fev – 6 Mai

“É possível enganar toda a gente em alguns momentos, ou enganar algumas pessoas a todo o momento, mas não é possível enganar toda a gente a todo o momento.” Abraham Lincoln.

Seguindo a rota do Planeta Terra e a sua Lua, e respeitando a influência trazida pelo movimento giratório mútuo entre elas, esta é uma coreografia a duas, feita da relação intrínseca e coordenação de forças e fragilidades.
Este momento de plena honestidade para com as sensações, visa mostrar a conexão física e factual existente entre o cosmos e o ser humano, entre a Terra e a Lua.
Lembra-mos assim a importância de observar o que o universo nos proporciona ver, de acariciar a natureza neste que será o século onde a biotecnologia e a tecnologia da informação manipulam o nosso mundo interior, e como não compreendemos a complexidade das nossas próprias mentes, as mudanças que fizermos podem perturbar o nosso sistema mental ao ponto de, também ele, entrar em falência.

Direcção Artística / Criação / Interpretação / Produção – Ana Jezabel
Interpretação / Co-criação – Angela Diaz Quintela
Desenho de Luz / Direcção Técnica – Sara Garrinhas
Cenografia – Bordalo II
Imagem – Joaquim Leal
Co-produção – Casa da Dança